Sobre a buceta

Buceta é um dos meus palavrões favoritos. Sério, acho muito bom poder encher a boca e soltar um “oh, buceta!” num momento de irritação. Tente, é divertido.
Um dia, minha irmã, num momento de raiva, inventou o buceta satânica e eu achei que seria um pseudônimo muito legal para escrever num blog.

Criei o blog para ter um espaço para registrar meus devaneios sobre feminismo e assuntos relacionados. O uso do anonimato faz-se necessário pois sabemos que o feminismo radical ainda não é compreendido no Brasil e o backlash é grande. Mas é mais uma forma de proteger aqueles que convivem comigo do que a mim mesma. Porque, basicamente, eu não me importo com o que dizem.

Então, sinta-se livre para enviar hate nos comentários. Tenho mais de 10 anos de experiência em recebimento de hate na internet e, sendo bem franca, não há muita coisa do que você possa me chamar que eu já não tenha visto. Aconselho também você não desperdiçar o seu tempo tentando me convencer que sou transfóbica, pois estou bem certa de que não sou e tranquila comigo mesma.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s